segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Democracia na realidade


Hoje, segunda-feira, a partir das 9h, parte da Universidade Federal do Pará (UFPA) assistirá à reunião do Conselho Superior Universitário (CONSUN) que apreciará o relatório final da Comissão Eleitoral e o recurso da chapa "Compromisso de fazer ainda mais", da professora Regina Feio.
Argumentações jurídicas à parte, na realidade, de que lado estarão os defensores da democracia? É, baseando-se num processo consultivo (mesmo ignrando a pequena margem de contestação), como se portarão os defensores do pleito universal?
Pois bem, os mais "inocentes" podem ter surpresas. Se não vejamos o resultado da eleição em números:



Desnecessário dizer que independente do resultado, cada grupo defenderá o seu lado. Eu também, principalmente o lado da democracia.

Desde o advento dessa fórmula esdrúxula que digo que seria melhor a paridade, com desempate universal, cada categoria tem um terço e, em caso de empate, se apura universalmente. Não é caso de qual é a melhor fórmula, mas qual é a melhor maneira viável politicamente de se determinar o resultado. Não discuto fórmulas, mas critérios. O resultado é o que importa. Qualquer matemático que domine curvas gausseanas pode demonstrar que há uma considerável margem de resultados possíveis com a atual fórmula, na qual o "ganhador" na realidade perde em duas categorias e no universal.

Não é o caso de qualquer coisa ser melhor que a Lei dos 70%, se for para aclamar o perdedor não é melhor não.

Nas eleições passadas foi fácil, o atual Reitor e sua Vice (agora cabeça de chapa) deram uma surra nos demais, daí num tinha cálculo que tirasse.

Eu só sei que sem mega-aparato e sem estrutura partidária a prof. Regina g-a-n-h-o-u.

Sim, ela venceu em duas categorias e teve 139 votos a mais que o prof. Maneschy.

De que lado você samba?

Acompanhe a transmissão ao vivo do portal da UFPA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somente comentários respeitosos serão aceitos, incluindo críticas, sugestões, dúvidas, elogios, opiniões etc.